Deputado ligado a Bolsonaro chama arcebispo e papa Francisco de "pedófilos safados"

imagem de reprodução

 imagem de reprodução

deputado estadual Frederico D’Avila (PSL-SP) fez uma série de ataques ao arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e ao papa Francisco. Segundo informação do Correiobraziliense, o parlamentar chamou os religiosos de “safados”, “vagabundos” e “pedófilos” . As ofensas foram dadas em seu discurso na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) na última quinta-feira (14/10).

No feriado de terça-feira (12/10), Dom Orlando Brandes, criticou a disseminação de notícias falsas e o armamento da população brasileira. A declaração foi dada durante o sermão da missa do Dia de Nossa Senhora Aparecida. Apesar de não mencionar o nome do presidente Jair Bolsonaro, o religioso utilizou o slogan do governo federal para afirmar que "para ser pátria amada não pode ser pátria armada".

D’Avila atacou ferozmente a declaração. “Seu vagabundo, seu safado da CNBB, dando recadinho para o presidente [Bolsonaro], para a população brasileira, que pátria amada não é pátria armada. Pátria amada é a pátria que não se submete a essa gentalha”, disse.

O deputado vai além: “Seu vagabundo, safado, que se submete a esse papa vagabundo também. A última coisa que vocês tomam conta é do espírito, do bem-estar e do conforto da alma das pessoas. Você acha que é quem para ficar usando a batina e o altar para ficar fazendo proselitismo político? Seus pedófilos safados, a CNBB é um câncer que precisa ser extirpado do Brasil”, gritou no plenário.

https://twitter.com/i/status/1449447748231737348

Fonte:Correiobraziliense

Mais de Geral